sexta-feira, 26 de junho de 2009

Invasão & Evasão...

Invasão & Evasão...

O hábito é uma segunda natureza,como se costuma dizer,e nada é mais verdadeiro.
Não devemos contudo esquecer-nos que uma segunda natureza é sempre adquerida,é o resultado de um processo de condicionamento,ou seja de programação.
Evidentemente,não haverá problema se todos os nossos hábitos forem positivos.
No entanto se desenvolver-mos maus hábitos,como acontece muitas vezes com todos nós...surgem problemas,quando se tenta lidar com eles,quando tentamos modificar um aspecto negativo do nosso carácter.
E então dizemos para nós mesmos ,isto é mais fácil de dizer do que fazer,continuamos a dizer para nós mesmos: Vamos lá tenho que fazer alguma coisa em relação a isto,vou fazer um esforço sério para me libertar desta porcaria!
É muito complicado somos sempre invadidos,por estranhos pensamentos,imagens do passado,que quase sempre nos impedem de navegar na nossa evasão, de esquecer coisas que por vezes são mesmo irrelevantes...enquanto outras mais importantes são simplesmente olvidadas...perdidas no esquecimento.
Evadir-me esquecer-me, curtir uma boa,na boa meu! sem estragar a festa a ninguém!
Aqui na Cova Gala somos privilegiados,pela possibilidade de nos podermos evadir...
O vento suave que sopra do oceano,subindo as dunas,acabando por adormecer ali no pinhal...
Toda essa paisagem,que tem e faz o meu encanto...
Todo este espaço,que em cada dia se aprende a redescobrir e gostar cada vez mais.
Tente evadir-se,não precisa de ir longe...não se deixe invadir,ou pensando melhor deixe-se invadir pela evasão,sem realmente partir...
Basta começar a olhar o mar...O mar da nossa terra...Deixe-se então invadir por ele e por ela...

(em "A minha evasão")

5 comentários:

  1. Marta Santos - Coimbra27 de junho de 2009 às 12:42

    A minha evasão,é deixar-me levar por aquilo que me diz o coração.
    O verão já chegou as minhas férias na praia da Cova estão por uns dias,sempre gostei muito deste lugar desde 1994 que aí vou todos os anos e é para continuar.
    Até lá um bom fim de semana para todos,especialmente para o senhor Catavento.
    Espero um dia ter a oportunidade de o conhecer pessoalmente.

    ResponderEliminar
  2. Exma Marta Santos.A água do mar tem estado estupenda,venha depressa.Não se esqueça do Festival em 26 de Julho 2009.O programa vai ser apresentado no dia 8 de julho ás 19h no Restaurante Lota Nova,na Cova Gala.

    ResponderEliminar
  3. Senhor Catavento.Li duas vezes o seu texto e que excelente está.Será que lhe faço a barba e o cabelo?È verdade .O mar da Cova tambem me dá vida e esperança e muitas vezes depois das 19h e que beleza para o corpo e o espirito!O mar tranquiliza-me imenso.Senti muito o texto e compreendi-o.

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde senhor Olímpio Fernandes.
    Obrigado pelo elogio sobre o texto.
    É evidente que já tive a oportunidade de cortar o cabelo na sua barbearia,sempre com bons resultados,admito que também vou muito à concorrência,a minha vida professional favorece isso mesmo, por viajar muito,e estar muitas vezes ausente da Cova Gala.

    ResponderEliminar
  5. A velhada está toda numa onda para curtir o espirito,fiquem com os pés bem assentes na areia lol!

    ResponderEliminar

O Mar...da Cova.

O Mar...da Cova.
Praia da cova...teu mar é imenso,tem muitas estórias para contar.Quando era criança quis alcançar o teu fim...nos meus pensamentos.O teu horizonte era a minha amante longínqua...As dunas a cama aonde um dia me iria deitar contigo...

Que dia é hoje?

Só existem dois dias no ano,em que nada se deve fazer.
Um chama-se ontem,e o outro amanhã.
Por isso hoje é o dia para amar,crer,fazer e principalmente viver...

Ponte dos Arcos...na Gala

Ponte dos Arcos...na Gala
Velha Ponte dos Arcos...Ponte da minha infãncia.Tua vida chegou ao fim...mas a tua imagem ficará sempre em mim.Olhas o rio,como quem olha o espelho da vida.Já viste alguém nascer...quem sabe!Não evitas-te que junto a ti alguém morresse.

Praia da Cova...

Praia da Cova...
O perfume do teu mar...é o presente,foi o passado e será o futuro da minha existência...