domingo, 13 de dezembro de 2009

As Rotundas da Minha Terra...

Foi assim,que tudo começou...chegaram aqui, com uma embarcação deste tipo,pescadores vindos das terras de Ílhavo, navegando para sul junto à costa marítima, procurando melhores pescas,mais abundância para as suas famílias...estávamos provavelmente nos princípios do século XVIII.
A magnanimidade das pescas,fazia com que voltassem mais vezes, e com maior número de barcos,acabaram mais tarde, passados alguns anos, por trazer as mulheres,filhos e irmãos, fixando-se entre os montes de areia acumulada pelo vento à beira-mar...
Construíram as suas primeiras casas rudimentares de madeira,que cortaram no pinhal que havia por detrás das dunas e assentaram-nas em estacas, elevando-as do solo de 1,5 metro a 2 metros,evitando assim que as areias das dunas,que o vento do litoral empurrava ,não as enterrassem.
Nascia então,uma nova povoação de pescadores guerreiros,a cerca de 2 km da margem sul do mondego...A Cova, a quem muitos, galhofando,chamavam de cidade...a "cidade da estaca".
Antepassados nossos, pioneiros que por aqui passaram,aqui ficaram e deixaram o sangue das suas vidas,à procura do melhor para os seus, demonstrando coragem, força, firmeza de ânimo ante os perigos que combateram... e fundaram esta terra que é nossa...A Cova Gala.
(em"As Rotundas da Minha Terra...")

O Mar...da Cova.

O Mar...da Cova.
Praia da cova...teu mar é imenso,tem muitas estórias para contar.Quando era criança quis alcançar o teu fim...nos meus pensamentos.O teu horizonte era a minha amante longínqua...As dunas a cama aonde um dia me iria deitar contigo...

Que dia é hoje?

Só existem dois dias no ano,em que nada se deve fazer.
Um chama-se ontem,e o outro amanhã.
Por isso hoje é o dia para amar,crer,fazer e principalmente viver...

Ponte dos Arcos...na Gala

Ponte dos Arcos...na Gala
Velha Ponte dos Arcos...Ponte da minha infãncia.Tua vida chegou ao fim...mas a tua imagem ficará sempre em mim.Olhas o rio,como quem olha o espelho da vida.Já viste alguém nascer...quem sabe!Não evitas-te que junto a ti alguém morresse.

Praia da Cova...

Praia da Cova...
O perfume do teu mar...é o presente,foi o passado e será o futuro da minha existência...