segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Ausência...



Olhei-te uma última vez ao entardecer.

Disfarcei no olhar a minha triteza de ver essa
derradeira imagem...

A minha reprodução mental, de algo que jamais estará presente.

Que viveu comigo desde que nasci...

As águas do rio ignoraram o meu sofrimento...e seguiram o seu percurso para o mar que ainda é meu!

Deixei-me ir na corrente do rio...ao teu encontro!

Queria sentir que ainda estavas lá...no mesmo lugar.

Os botes,esses assistiam impávidos...

Um som repentino e forte,fez-me despertar...levando os meus pensamentos extravagantes.

Tudo tinha terminado...

Extinguiu-se esse sonho louco e belo da minha vida.

Restam-me os botes e o meu rio...

E as saudades da minha ponte...




(em "Saudades de ti")

5 comentários:

  1. Sinceramente,acho que já foi um tema bastante falado.
    Já chega,mas gostei da poesia.

    ResponderEliminar
  2. Não sou figueirense,mas achava a ponte muito gira.
    A poesia também.
    Marta Santos Coimbra.

    ResponderEliminar
  3. Todos sentimos saudades por isto ou aquilo,mas não devemos dramatizar tanto.
    Já não há nada a fazer.
    A ponte agora è outra,e também está muito bonita.

    ResponderEliminar
  4. Aconselhava a ver a cova de oiro,tem lá um bom trabalho relativo á nova ponte.
    Quanto á ponte antiga,já é passado.
    Daqui a uns anos vamos sentir mais saudades,mas a vida continua.

    ResponderEliminar
  5. Vamos pensar só no progresso da nossa terra,aprender a gostar da nova ponte,sem esquecer a velhinha.
    J.P.

    ResponderEliminar

O Mar...da Cova.

O Mar...da Cova.
Praia da cova...teu mar é imenso,tem muitas estórias para contar.Quando era criança quis alcançar o teu fim...nos meus pensamentos.O teu horizonte era a minha amante longínqua...As dunas a cama aonde um dia me iria deitar contigo...

Que dia é hoje?

Só existem dois dias no ano,em que nada se deve fazer.
Um chama-se ontem,e o outro amanhã.
Por isso hoje é o dia para amar,crer,fazer e principalmente viver...

Ponte dos Arcos...na Gala

Ponte dos Arcos...na Gala
Velha Ponte dos Arcos...Ponte da minha infãncia.Tua vida chegou ao fim...mas a tua imagem ficará sempre em mim.Olhas o rio,como quem olha o espelho da vida.Já viste alguém nascer...quem sabe!Não evitas-te que junto a ti alguém morresse.

Praia da Cova...

Praia da Cova...
O perfume do teu mar...é o presente,foi o passado e será o futuro da minha existência...