sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Fim...de Verão.


Resta-me olhar o banco da praia vazio...
O mar dá sinais de alguma tristeza...penso eu para mim.
A praia está completamente deserta.
Rastos já pouco visíveis,de alguém que passou por ali há algum tempo...
Algumas gaivotas desvairadas,moraram por momentos naquele banco.
Fixo o horizonte,entre o céu e o mar,e vejo o sol afogar-se devagar...
O vento tímido oferece-me a sua melancólica companhia...um sentimento de incapacidade de fazer voltar o passado,que tanto amei.
Vou ficar com saudades daquele lugar.
Tento ir mais longe que o meu pensamento...não consigo.
As gaivotas,já retomaram o seu voo...e abandoram o banco da praia.
Fiquei só com o meu desespero...de não poder partir com elas.
O verão chegou ao fim...
(em"Momentos finais")

4 comentários:

  1. Também eu estive nesse lugar...fiquei com saudades da covagala
    Marta Santos
    Coimbra

    ResponderEliminar
  2. Adorei mergulhar na tua poesia.

    ResponderEliminar
  3. Diria simplesmente,saudades do passado...quem és tu?

    ResponderEliminar
  4. Sou apreciador deste tipo de poesia.
    Gostei,deu para me evadir por uns momentos.

    ResponderEliminar

O Mar...da Cova.

O Mar...da Cova.
Praia da cova...teu mar é imenso,tem muitas estórias para contar.Quando era criança quis alcançar o teu fim...nos meus pensamentos.O teu horizonte era a minha amante longínqua...As dunas a cama aonde um dia me iria deitar contigo...

Que dia é hoje?

Só existem dois dias no ano,em que nada se deve fazer.
Um chama-se ontem,e o outro amanhã.
Por isso hoje é o dia para amar,crer,fazer e principalmente viver...

Ponte dos Arcos...na Gala

Ponte dos Arcos...na Gala
Velha Ponte dos Arcos...Ponte da minha infãncia.Tua vida chegou ao fim...mas a tua imagem ficará sempre em mim.Olhas o rio,como quem olha o espelho da vida.Já viste alguém nascer...quem sabe!Não evitas-te que junto a ti alguém morresse.

Praia da Cova...

Praia da Cova...
O perfume do teu mar...é o presente,foi o passado e será o futuro da minha existência...