quinta-feira, 12 de maio de 2016

Escritor Figueirense Nuno Camarneiro fez apresentação dupla em Brasília

 O livro "Se eu fosse chão", do escritor Português natural da Figueira da Foz, Nuno Camarneiro, foi ontem lançado em Brasília quarta-feira, 11 de maio de 2016, como parte da programação oficial da Semana da Europa 2016. O evento contou com o apoio do Centro Cultural Português/Camões, I.P. em Brasília e da Embaixada de Portugal em Brasília.
A visita de Nuno Camarneiro a Brasília incluirá dois encontros literários. O primeiro encontro foi  às 10h na Cátedra Agostinho da Silva/Camões I.P., da Universidade de Brasília, onde decorreu uma conversa com os estudantes e professores de literatura portuguesa.
O segundo encontro foi no auditório do Camões, I.P., na Embaixada de Portugal, onde o jovem escritor apresentou o seu mais recente livro, "Se eu fosse chão", seguiu-se uma conversa com o público sobre esse trabalho e sobre a literatura em língua portuguesa, terminando com uma sessão de autógrafos.
Nuno Camarneiro nasceu em 1977, na Figueira da Foz. É licenciado em Engenharia Física pela Universidade de Coimbra, onde se dedicou à investigação durante alguns anos, concluindo em Florença o doutoramento em Ciência Aplicada ao Património Cultural. 

O Mar...da Cova.

O Mar...da Cova.
Praia da cova...teu mar é imenso,tem muitas estórias para contar.Quando era criança quis alcançar o teu fim...nos meus pensamentos.O teu horizonte era a minha amante longínqua...As dunas a cama aonde um dia me iria deitar contigo...

Que dia é hoje?

Só existem dois dias no ano,em que nada se deve fazer.
Um chama-se ontem,e o outro amanhã.
Por isso hoje é o dia para amar,crer,fazer e principalmente viver...

Ponte dos Arcos...na Gala

Ponte dos Arcos...na Gala
Velha Ponte dos Arcos...Ponte da minha infãncia.Tua vida chegou ao fim...mas a tua imagem ficará sempre em mim.Olhas o rio,como quem olha o espelho da vida.Já viste alguém nascer...quem sabe!Não evitas-te que junto a ti alguém morresse.

Praia da Cova...

Praia da Cova...
O perfume do teu mar...é o presente,foi o passado e será o futuro da minha existência...