sábado, 22 de agosto de 2015

NRP Figueira da Foz no mar da Terra Nova

 A Marinha, em cooperação com a Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM), participa durante todo o mês de agosto, com o NRP Figueira da Foz, numa missão de fiscalização da actividade da pesca nos Grandes Bancos do mar da Terra Nova, no Canadá.
Nesta missão, que decorre até ao dia 30 de agosto, estão embarcados no Navio de Patrulha Oceânico Figueira da Foz quatro inspetores comunitários, sendo dois inspectores de pescas da Autoridade Nacional de Pesca de Portugal (DGRM), um inspetor de pescas da entidade homóloga da Polónia e um coordenador da Agência Europeia de Controlo de Pescas (EFCA).O navio da Marinha irá navegar cerca de 7.000 milhas náuticas, realizando ações de fiscalização a embarcações de pesca numa área de cerca de 2.700.000 Km2, em águas internacionais no Atlântico Noroeste, denominada por área da convenção North Atlantic Fishing Organization (NAFO). A natureza deste tipo de missão tem como objectivo assegurar a longo prazo a conservação e exploração sustentada dos recursos de pesca existentes na área convencionada, salvaguardando o ecossistema marinho onde estes recursos se encontram.
De 14 a 16 de agosto o navio esteve atracado no porto de St John’s, na Terra Nova (Canadá), onde foi entregue uma escultura arquitectada na Gafanha da Nazaré, que será mais tarde erigida no cemitério de Mount Carmel, em St. John’s, junto à campa do pescador Dionísio Esteves, falecido em 1966 no mar da Terra Nova.Esta iniciativa, liderada e financiada localmente pelo empresário e autor Jean Pierre Andrieux, pretende servir de homenagem a todos as centenas de pescadores portugueses que pereceram no passado durante a árdua faina da pesca ao largo das águas dos grandes bancos da Terra Nova. O pescador Dionísio Esteves fez parte da tripulação do lugre bacalhoeiro Santa Maria Manuela, um dos muitos navios que pertenceu à frota bacalhoeira portuguesa de outrora.
Fonte: Portal da Marinha

O Mar...da Cova.

O Mar...da Cova.
Praia da cova...teu mar é imenso,tem muitas estórias para contar.Quando era criança quis alcançar o teu fim...nos meus pensamentos.O teu horizonte era a minha amante longínqua...As dunas a cama aonde um dia me iria deitar contigo...

Que dia é hoje?

Só existem dois dias no ano,em que nada se deve fazer.
Um chama-se ontem,e o outro amanhã.
Por isso hoje é o dia para amar,crer,fazer e principalmente viver...

Ponte dos Arcos...na Gala

Ponte dos Arcos...na Gala
Velha Ponte dos Arcos...Ponte da minha infãncia.Tua vida chegou ao fim...mas a tua imagem ficará sempre em mim.Olhas o rio,como quem olha o espelho da vida.Já viste alguém nascer...quem sabe!Não evitas-te que junto a ti alguém morresse.

Praia da Cova...

Praia da Cova...
O perfume do teu mar...é o presente,foi o passado e será o futuro da minha existência...