quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Nasci nesta rua...



Nasci nesta rua,Gala, Aldeia, na altura estrada 109, sem número... no sítio da actual casa nº. 103, a primeira da esquerda para a direita, a casa do poço do Tzé Maia.
Autor:António Agostinho - Outra Margem
No mais profundo de nós e para sempre, como uma mãe, a origem a causa, a fonte da vida, que nos deu de beber e ergueu tantas vezes...
Força e sentimentos indestrutíveis, que mostram aquilo que fomos, somos e nos levará até ao fim...
. Origem, causa, fonte.

"mae", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/mae [consultado em 28-08-2014].
. Origem, causa, fonte.

"mae", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/mae [consultado em 28-08-2014].
Origem, causa, fonte.

"mae", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/mae [consultado em 28-08-2014].

O Mar...da Cova.

O Mar...da Cova.
Praia da cova...teu mar é imenso,tem muitas estórias para contar.Quando era criança quis alcançar o teu fim...nos meus pensamentos.O teu horizonte era a minha amante longínqua...As dunas a cama aonde um dia me iria deitar contigo...

Que dia é hoje?

Só existem dois dias no ano,em que nada se deve fazer.
Um chama-se ontem,e o outro amanhã.
Por isso hoje é o dia para amar,crer,fazer e principalmente viver...

Ponte dos Arcos...na Gala

Ponte dos Arcos...na Gala
Velha Ponte dos Arcos...Ponte da minha infãncia.Tua vida chegou ao fim...mas a tua imagem ficará sempre em mim.Olhas o rio,como quem olha o espelho da vida.Já viste alguém nascer...quem sabe!Não evitas-te que junto a ti alguém morresse.

Praia da Cova...

Praia da Cova...
O perfume do teu mar...é o presente,foi o passado e será o futuro da minha existência...