terça-feira, 29 de novembro de 2011

Efeitos Extremos da Crise...

Esta noticia,já não é recente,mas é uma tragédia da vida humana e que deveria fazer reflectir os nossos governantes...Com o desemprego a aumentar, e face a uma crise económica que veio para ficar, o número de mulheres a recorrer à prostituição para pagar as contas em casa está a aumentar assustadoramente.
Não teria sido necessário ter lido o Correio da Manhã, pois aqui bem perto de nós,na estrada a 500 metros a sul do Parque de Campismo do Orbitur,dá para verificar os factos,que já não são de agora,mas que se acentuaram mais nos últimos dois anos...Entre muitos,o caso de uma mãe de 37 anos, casada e com três filhos menores, que antes de ter ficado desempregada (em 2008) era contabilista, vivia numa vivenda e possuía dois carros de alta cilindrada.
Quando o marido perde o emprego, ficam sem casa e sem carros, por não conseguirem pagar os créditos. Esgotados os recursos à família e amigos, não encontrou saída que não fosse a de vender o corpo. Conta esta mulher que só assim consegue dar de comer aos filhos.

A dignidade humana, arrebatada com violência a pessoas que foram apanhadas nesta armadilha do capitalismo selvagem,puro e duro que passa por cima de todos esmagando,sem olhar para trás...ficarão as cicatrizes,que jamais apagarão as lembrança dolorosas de uma vida e um mundo desigual....

O Mar...da Cova.

O Mar...da Cova.
Praia da cova...teu mar é imenso,tem muitas estórias para contar.Quando era criança quis alcançar o teu fim...nos meus pensamentos.O teu horizonte era a minha amante longínqua...As dunas a cama aonde um dia me iria deitar contigo...

Que dia é hoje?

Só existem dois dias no ano,em que nada se deve fazer.
Um chama-se ontem,e o outro amanhã.
Por isso hoje é o dia para amar,crer,fazer e principalmente viver...

Ponte dos Arcos...na Gala

Ponte dos Arcos...na Gala
Velha Ponte dos Arcos...Ponte da minha infãncia.Tua vida chegou ao fim...mas a tua imagem ficará sempre em mim.Olhas o rio,como quem olha o espelho da vida.Já viste alguém nascer...quem sabe!Não evitas-te que junto a ti alguém morresse.

Praia da Cova...

Praia da Cova...
O perfume do teu mar...é o presente,foi o passado e será o futuro da minha existência...