sábado, 13 de junho de 2009

Freguesia de São Pedro...O Site


A existência do povoado da Cova surge em meados do século XVIII, quando pescadores oriundos das cercanias de Ílhavo, nas suas andanças pela orla costeira, na procura de melhores zonas pesqueiras, acabaram por se fixar junto á margem sul do Rio Mondego, muito perto do mar, na cava de uma duna, o que deu origem ao topónimo Cova.
As pesquisas feitas pelo ilustre covagalense, Comandante João Pereira Mano, revelam que o primeiro registo de um baptismo feito a uma criança nascida na Cova, na Igreja da Nossa Senhora da Conceição de Lavos, pelo Padre Cura Tomás da Costa, foi a 15 de Julho de 1793, de nome Luís, filho de Manuel Pereira e de Luísa dos Santos, naturais de Ílhavo, tendo os padrinhos a mesma naturalidade. Com este acto, ficou feito um assento oficial probativo da existência do povoado já habitado há alguns anos.
Inicialmente a povoação, era formada por palhoças de junco muito abundante nesta área. Parte delas ficavam desabitadas no inverno, normalmente muito agressivos, que tornavam a vida quase incomportável e agreste neste deserto formado por dunas, regressando alguns pescadores à sua terra natal nessa quadra.
Com o decorrer dos anos alguns pescadores foram-se fixando irreversivelmente, mas situando já em lugar definitivo as suas casas em madeira, assente em estacaria, elevadas do solo, para que as areias das dunas, movidas pelos ventos, não as soterrassem.
Muitos criaram junto delas pequenos quintais, para algumas hortaliças, regadas por água de poços cavados nas areias, com pouca profundidade e sustentados por tábuas...
Para ler o restante sobre as origens,a História das povoações da Cova Gala,e outro tipo de informações de interesse público,consulte o site da Junta de Freguesia de São Pedro.
(em"Freguesia de São Pedro...O Site")

O Mar...da Cova.

O Mar...da Cova.
Praia da cova...teu mar é imenso,tem muitas estórias para contar.Quando era criança quis alcançar o teu fim...nos meus pensamentos.O teu horizonte era a minha amante longínqua...As dunas a cama aonde um dia me iria deitar contigo...

Que dia é hoje?

Só existem dois dias no ano,em que nada se deve fazer.
Um chama-se ontem,e o outro amanhã.
Por isso hoje é o dia para amar,crer,fazer e principalmente viver...

Ponte dos Arcos...na Gala

Ponte dos Arcos...na Gala
Velha Ponte dos Arcos...Ponte da minha infãncia.Tua vida chegou ao fim...mas a tua imagem ficará sempre em mim.Olhas o rio,como quem olha o espelho da vida.Já viste alguém nascer...quem sabe!Não evitas-te que junto a ti alguém morresse.

Praia da Cova...

Praia da Cova...
O perfume do teu mar...é o presente,foi o passado e será o futuro da minha existência...